Os fios de cabelo não são o que parecem, e olhando de forma mais técnica eles são bem estruturados e com objetivos encadeados entre si. Os cabelos perdem nutrientes, água e volume naturalmente com passar do tempo. Não apenas através de processos químicos como a maioria de nós imaginamos. E somente os cuidados constantes podem garantir um cabelo saudável, com mais brilho e força.

 

pexels-photo-7437-large

 

Os cabelos precisam de cuidados e hidratação constantes. Embora muitas pessoas não saibam exatamente o verdadeiro motivo e as diferenças entre fazer hidratação, nutrição ou reconstrução capilar.

Para saber mais leia nosso post A importância de usar máscara para cabelos?

 

A fibra capilar que vai desde a raiz até as pontas dos fios é dividida em três partes com funções diferentes que deixam seus cabelos bonitos e saudáveis. Muitas vezes, quando nos referimos aos fios de cabelos, pensamos neles como algo único. Entretanto, a realidade é bem diferente. Eles têm uma composição complexa bem definida, dividida em cutícula, córtex e medula. Confira abaixo mais sobre cada uma delas!

 

Composição dos fios

 

Cutícula – É a parte externa do fio. É composta basicamente por camadas de queratina e ceramidas que agem em conjunto para manterem as estruturas bem fechadas em seu devido lugar, assim como as escamas de um peixe.  Sua função é proteger o córtex e criar uma barreira para produtos químicos. Assim protegendo os fios de agressões externas e ajudando a manter a água e outras substâncias dentro do fio de forma natural duradoura.

 

Quando em bom estado, as escamas da cutícula se apresentam de maneira alinhada. Isto é, dispostas regularmente garantindo assim uma maior maciez e brilho mais intenso. Quanto mais alinhadas e fechadas as cutículas estiverem, melhores serão os resultados, principalmente para a parte visual do fio. O mecanismo que controla a abertura ou o fechamento da cutícula reage principalmente a dois fatores: temperatura e pH. Que determina se uma substância é considerada ácida, neutra ou alcalina.

 

blog

 

Córtex –  É a região mais importante do fio. Sendo o grande responsável por definir a forma, a cor, a resistência, a elasticidade, a quantidade natural de umidade dos fios e a força. É nesta região do fio de cabelo que as proteínas originadas pela queratina se agrupam paralelamente dando resistência ao fio. O córtex é considerado pelos especialistas como o corpo e o coração da fibra capilar.

 

As fibras do córtex são formadas por várias fibras menores e assim por diante. Essas cadeias se ligam umas às outras em formato de espiral, como uma mola. E essa estrutura define algumas das características do nosso cabelo, como a elasticidade e a força, por exemplo. Isso explica o motivo pelo qual as pessoas podem pentear os cabelos sem correr o risco que eles quebrem ou caiam totalmente. Os espirais de queratina do cabelo permitem que os fios sejam esticados e aumentem o seu comprimento em até 50% e depois voltem para o tamanho normal sem nenhum tipo de agressão ao fio.

 

Medula Capilar – A medula está situada na parte central do fio. Ou seja, ela é uma espécie de tubo denso formado por células ricas em queratina obtendo uma forma flexível e maleável. Diferentemente das fibras mais resistentes do córtex e das escamas endurecidas da cutícula. E o canal medular pode estar vazio ou preenchido por queratina, pois a medula é a única parte da fibra capilar que está em contato com o bulbo e só é encontrada nos fios mais grossos ou nos fios brancos. Ela é responsável por distribuir minerais e nutrientes até as pontas dos cabelos. o que permite que os cabelos cresçam. E isso permite também que as células sejam levadas até as extremidades dos fios.

 

Dicas importantes

 

Os principais fatores que agridem os cabelos são excesso de produtos químicos, secador de cabelos, chapinha, e água muito quente. Além da exposição ao sol, cloro, água salgada, poluição, ar condicionado e má alimentação. Esses fatores podem levar à perda de nutrientes, perda de queratina e desidratação dos fios. Resultando em fios mais fracos, quebradiços, ressecados e sem brilho.

 

Os tratamentos funcionam para corrigir problemas causados por produtos químicos e agentes externos. Garantindo que a cutícula, o córtex e a medula funcionem corretamente, proporcionando os melhores resultados.

 

Relacionados